Décimo quarto salário ainda é possível para aposentados e pensionistas?

Sabemos que o período de pandemia foi um período muito difícil para todos, sem exceção, e mesmo que estejamos torcendo para o fim dela, ainda estamos vivendo com o medo do COVID e suas variações.

Os aposentados e pensionistas têm direito a um valor por mês que já ajuda bastante, contudo, não o suficiente para suportar todos os danos de um surto tão caótico que acometeu e ainda acomete o mundo inteiro.

No Brasil existe o décimo terceiro salário que é uma bonificação que o trabalhador ganha nos últimos meses do ano, ocorrendo em duas parcelas e podendo ser adiantada também nas férias do trabalhador. Contudo, essa bonificação não é só para quem está na ativa e possui a carteira de trabalho assinada, ela também é direito assegurado aos beneficiários e aposentados do INSS.

Na pandemia, o décimo terceiro para essa categoria foi adiantado para o início do ano. Primeiro, para ajudar as pessoas que estavam em mais vulnerabilidade e segundo para poder injetar na economia um dinheiro extra fora do tempo que já todos já estavam acostumados.  O adiantamento desse dinheiro auxiliou muitas pessoas desde o início de todo caos, contudo muitos estimam que não foi o suficiente pois as pessoas que recebem esse tipo de benefício fazem parte de um grupo de risco muito alto.

Mas do que vocês estão falando exatamente J.Folador?

Estamos falando do décimo quarto salário. Um auxílio a mais que esses beneficiários deveriam ganhar por motivos de ser uma ajuda a mais para enfrentar essa crise mundial (não podemos esquecer também que o país atravessa uma epidemia de gripe muito séria e tão potencialmente grave).

O décimo quarto garantiria uma tranquilidade a mais a essas pessoas e já foi requerido por deputados há muito tempo. Esse projeto já teve algumas aprovações, mas depende ainda de muitas variáveis. 

Bom! Agora o Projeto de Lei número 4.367/20 do abono extra será retomado em 2022 e até então o que se sabe é que ele já foi aprovado na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados e seguirá, esperamos que com muito êxito, para a CCJ.

E porquê esse décimo quarto salário J.Folador?

Como o décimo terceiro foi antecipado, esses beneficiários ficaram sem o dinheiro extra do fim do ano e consequentemente passando os festejos de maneira mais apertada. O valor proposto ainda será bem limitado a dois salários mínimos e mesmo quem recebe mais do que isso, vai receber esse valor no máximo.

Como já estamos em 2022, foi lançado um projeto para que o valor retroativo seja pago em março de 2022 e de 2023, ou seja, um salário extra para auxiliar até passar mais esse período cheio de vulnerabilidades sociais.

A proposta seguirá para o Senado e torcemos para que seja aprovada o mais rápido possível. Portanto, é importante ficar de olho bem aberto em cada novidade nesse sentido, pois esse é um direito de qualquer pessoa que precise de uma vida muito mais digna no nosso país, principalmente as pessoas que possuem algum tipo de fragilidade, seja saúde ou simplesmente pela idade mais avançada.

Vamos torcer juntos, ok? O décimo quarto salário pode sair mesmo. Dedos cruzados! 

Qualquer outra dúvida, pode falar conosco.

Deixar uma resposta

um × três =

NÓ ENTRAREMOS EM CONTATO COM VOCÊ!

Ex: (41)9988-87888

Experiência, ética e uma grande estrutura pronta para facilitar a sua vida.

Investimos em estrutura e capacitação para poder oferecer à sua empresa o que você mais precisa: facilidade e tranquilidade no seu dia a dia.

  • Mias de 30 anos de experiência em gestão contábil;
  • Presença em 9 cidades;
  • mais de 250 clientes atendidos;
  • 300 colaboradores e parceiros à sua disposição;
  • Motoristas para entregar e receber documentos.
Assessorar e executar as informações para tomadas de decisões e gestão corporativa de nossos clientes, prestando serviços com qualidade e comprometimento, valorizando os talentos internos e priorizando excelência no atendimento.
Ser a contabilidade modelo em Curitiba e nível nacional, buscando inovações tecnológicas objetivando agilidade no atendimento e desenvolvimento dos processos nas áreas contábil, fiscal, societário e RH.
  • Confiança;
  • Transparência;  
  • Ética Profissional;
  • Segurança e Transparência;
  • Comprometimento e Respeito;
  • Pontualidade e Assiduidade;
  • Respeito e Responsabilidade;
  • Coerência.

Nossa História

Uma tradição em família que se multiplica em diversas empresas e gerações da família Folador.

O casal Hermegildo e Maria naturais de Erechim – RS, constituíram uma família com 13 filhos, ele agricultor e empresário, era quem estruturava e controlava seus registros contábeis com notável diligência.

A partir dessa experiência a maioria de seus filhos descobriram sua vocação; Jacir Folador identificou-se com as questões de cuidado e zelo patrimonial, herdadas de seu pai. Hoje bacharel em Ciências Contábeis pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC), casado pai de dois filhos. Em 1982, com apenas 21 anos já formado e com registro no CRC, iniciou seu próprio escritório contábil firmando-se no mercado. Com o passar do tempo a experiência, trouxe novos conhecimentos ampliando suas vontades empresariais.

Todo o seu trabalho desenvolvido com seriedade e competência geraram reconhecimento na classe contábil, destacando a importância da contabilidade na gestão empresarial e nas tomadas de decisões administrativas e no crescimento das empresas. Hoje conta com uma equipe altamente capacitada nas áreas Contábil, Fiscal, Empresarial e Rh, proporciona aos seus clientes, todos os procedimentos para o melhor desenvolvimento do seu negócio, tem sempre em mente que o sucesso de seus clientes é o que justifica sua vocação.