Categorias Seta
Home > Blog > O papel da contabilidade para a tomada de decisão das empresas

O papel da contabilidade para a tomada de decisão das empresas

17 de agosto de 2020

A contabilidade costuma ser bastante subestimada por gestores, o que pode se tornar um erro fatal para a empresa. Afinal, ela possui as ferramentas necessárias – e essenciais – para que os negócios possam permanecer vivos e operantes no mercado, além de aumentar as chances de sucesso da empresa.

Dessa maneira, é preciso aprender a valorizar mais esse processo e incluí-lo em suas ações estratégicas para garantir o bom desenvolvimento da empresa.

A importância de se ter um contador confiável

A primeira coisa que você precisa entender é que a figura do contador vai além de simplesmente a pessoa que resolve assuntos burocráticos relacionados a DARFs e entrega de balancetes atrasados.

O profissional da contabilidade, na verdade, por ter acesso a todo o desenvolvimento financeiro da empresa, é uma das pessoas que tem mais “munição” para oferecer uma melhor consultoria na hora de avaliar e planejar negócios.

Se relacionar com a contabilidade significa ter uma visão geral – e realista – do andamento da empresa. Isso acaba gerando uma consciência maior na hora de deliberar planos e tomar decisões de impactos não só de curto, mas principalmente de médio e longo prazo.

Então, a contabilidade acaba se tornando uma peça fundamental que vai além de planejar, medir e avaliar propostas e performances, pelo contrário, munida das informações corretas ela pode ir além, dando suporte na decisão de tabulação de preços e na avaliação de ações alternativas para a empresa.

Isso acontece porque o contador á capaz de identificar, analisar, mensurar e reportar de maneira clara e concisa qualquer questão econômica dos negócios.

Previsão de lucros assertiva

Se perguntar, é possível que todo gestor confirme ser capaz de avaliar e prever lucros para um determinado período. Todavia, quão confiante eles estão em relação aos seus números? O quanto foi baseado em dados reais e o quanto foi baseado em suposições?

Bem, o conhecimento técnico de um contador em analisar receitas, custos, despesas e outras contas que impactam as finanças da empresa reduzem a zero essas decisões baseadas em estimativas, pois ele terá em mãos dados realmente concretos e transparentes.

Com isso eles são capazes de fazer uma projeção além da previsão de lucros, calculando, também, eventuais investimentos e possibilidades que no futuro possa aumentar a receita.

Vantagens de se ter um contador

Além do controle financeiro, da consultoria e das projeções futuras que já conversamos, ter um contador significa uma redução de custos tributários indesejados, pois ele terá a expertise de escolher o regime de arrecadação tributária mais eficiente para os negócios.

No caso de requerimento de empréstimos, o contador conseguirá apresentar documentos concretos, transparentes e – mais importante – assertivos quando forem solicitados, facilitando a viabilização da linha de crédito.

Por fim, a vantagem mais óbvia é justamente a mais ignorada: o fato de o profissional da contabilidade conhecer todos os meandros dos processos contábeis. Isso traz economia de tempo para que o gestor possa se livrar desse tipo de burocracia e foque no que realmente importa: o crescimento de seus negócios.

Whatsapp