Categorias Seta
Home > Blog > Open Banking no Brasil: entenda as próximas fases da implantação

Open Banking no Brasil: entenda as próximas fases da implantação

1 de outubro de 2021

A implantação de um sistema financeiro aberto no Brasil caminha para as etapas finais. O objetivo do Open Banking é permitir o compartilhamento de informações sobre os usuários entre as diferentes instituições autorizadas pelo Banco Central, bem como a movimentação das contas bancárias a partir de diversas plataformas de maneira segura e ágil. 

A expectativa é que 5 milhões de brasileiro irão aderir ao sistema ainda esse ano, a partir da autorização do serviço, com possibilidade de cancelamento da autorização a qualquer momento.

O processo começou em fevereiro deste ano, com a divulgação de informações sobre os canais de atendimento pelas instituições financeiras participantes do sistema. Em agosto ficou disponível para os clientes a adesão ao Open Banking. Eles têm à disposição o compartilhamento entre instituições participantes de seus dados cadastrais, de informações sobre transações em suas contas, cartão de crédito e produtos de crédito contratados. 

A operação, porém, está sendo escalonada, com liberação parcial do compartilhamento dos dados cadastrais, seguido dos dados de transações relacionadas às contas corrente, de poupança e pré-pagas; dados de transações relacionadas a cartão de crédito e operações de crédito (como financiamentos e empréstimos); até o compartilhamento de todos os dados cadastrais e transacionais.

As transações via Pix também serão adicionadas ao processo, bem como as transferências e os pagamentos de boletos e com débito em conta. A partir de dezembro de 2021 está previsto compartilhamento de informações sobre produtos de investimentos, previdência, seguros, câmbio, entre outros, ofertados e distribuídos no mercado.

Com informação do Banco Central do Brasil

Whatsapp