Quais são os procedimentos feitos para dar baixa em uma empresa?

Você sabe como dar baixa em uma empresa? Seja qual for seu motivo, pode ser que existam algumas dúvidas em relação ao procedimento correto a ser feito nesse caso. Toda burocracia precisa ser tratada com responsabilidade, para que não apareçam eventuais dores de cabeças e problemas que possam se transformar em uma enorme bola de neve no futuro.

Empreender já é algo que exige muita dedicação e organização para garantir o sucesso. Encerrar um negócio, então, merece tanta atenção quanto no início.

A realidade dos documentos burocráticos e barreiras que surgem no caminho são fatores assustadores e frequentes para quem decide dar baixa em uma empresa. Se você tem dúvida sobre o procedimento para encerrar uma empresa no Brasil, continue lendo para conferir os passos que devem ser seguidos nesse momento.

Tenha segurança da sua decisão final

Qualquer empreendedor que quer se aventurar no mundo dos negócios sonha em alcançar seus objetivos e o sucesso profissional. Mas, muitas vezes, imprevistos podem acontecer e, por qualquer que seja a causa, a empresa tem que ser encerrada.

Portanto, analise todas as possibilidades antes de bater o martelo da decisão. Isso é fundamental para que você tenha certeza e, assim, fica mais fácil saber o que fazer e garantir um procedimento simples e sem drama.

Caso você não se sinta seguro para decidir o destino final do seu negócio, vale consultar um especialista para te ajudar a colocar na balança todos os prós e contras do processo, inclusive os custos.

Como fechar uma empresa?

Então, você resolveu dar baixa na empresa. O que fazer agora? Existem algumas etapas que devem ser seguidas para que todos os detalhes fiscais, burocráticos e tributários sejam resolvidos e não exista nenhuma pendência.

Caso a sua empresa tenha um regime de sociedade, é preciso elaborar um distrato social. Esse documento nada mais é do que a explicação do motivo que levou ao fim dessa sociedade, dividindo os bens entre os sócios ao assinarem a ata de encerramento do negócio.

Outros documentos importantes são o Certificado de Regularidade do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e a Certidão de Débitos Relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União, para comprovar a regularização da empresa com o Governo Federal. Também é preciso dar baixa dos impostos municipais e estaduais.

Com todos os documentos em mão, o próximo passo é abrir um protocolo na Junta Comercial, pedindo o arquivamento dos atos de extinção da empresa. Nesta etapa, é obrigatório pagar uma taxa.

A finalização do processo acontece com a baixa do CNPJ que pode ser feito online pelo site da Receita Federal. É realizada uma solicitação do encerramento, emitindo o Documento Básico de Entrada (DBE) que deve ser assinado e entregue no cartório indicado.

Um procedimento sem drama é possível!

Mesmo conhecendo todas essas etapas, pode ser que você não se sinta preparado para realizar todo o procedimento sozinho. Para que tudo saia de acordo com o planejado, é sempre bom relembrar que contratar profissionais especialistas no assunto é um fator determinante para te trazer tranquilidade e um bom desenvolvimento.

Lembre-se também que dar baixa em uma empresa não é o fim do mundo. Isso pode ser o seu recomeço para novas vivências profissionais.

Entendeu a importância de saber os procedimentos e quer ajuda para dar baixa na sua empresa? Então, confira nossos serviços para garantir um desenvolvimento de qualidade com excelente atendimento!

 

Deixar uma resposta

seis + quatro =

NÓ ENTRAREMOS EM CONTATO COM VOCÊ!

Ex: (41)9988-87888

Experiência, ética e uma grande estrutura pronta para facilitar a sua vida.

Investimos em estrutura e capacitação para poder oferecer à sua empresa o que você mais precisa: facilidade e tranquilidade no seu dia a dia.

  • Mias de 30 anos de experiência em gestão contábil;
  • Presença em 9 cidades;
  • mais de 250 clientes atendidos;
  • 300 colaboradores e parceiros à sua disposição;
  • Motoristas para entregar e receber documentos.
Assessorar e executar as informações para tomadas de decisões e gestão corporativa de nossos clientes, prestando serviços com qualidade e comprometimento, valorizando os talentos internos e priorizando excelência no atendimento.
Ser a contabilidade modelo em Curitiba e nível nacional, buscando inovações tecnológicas objetivando agilidade no atendimento e desenvolvimento dos processos nas áreas contábil, fiscal, societário e RH.
  • Confiança;
  • Transparência;  
  • Ética Profissional;
  • Segurança e Transparência;
  • Comprometimento e Respeito;
  • Pontualidade e Assiduidade;
  • Respeito e Responsabilidade;
  • Coerência.

Nossa História

Uma tradição em família que se multiplica em diversas empresas e gerações da família Folador.

O casal Hermegildo e Maria naturais de Erechim – RS, constituíram uma família com 13 filhos, ele agricultor e empresário, era quem estruturava e controlava seus registros contábeis com notável diligência.

A partir dessa experiência a maioria de seus filhos descobriram sua vocação; Jacir Folador identificou-se com as questões de cuidado e zelo patrimonial, herdadas de seu pai. Hoje bacharel em Ciências Contábeis pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC), casado pai de dois filhos. Em 1982, com apenas 21 anos já formado e com registro no CRC, iniciou seu próprio escritório contábil firmando-se no mercado. Com o passar do tempo a experiência, trouxe novos conhecimentos ampliando suas vontades empresariais.

Todo o seu trabalho desenvolvido com seriedade e competência geraram reconhecimento na classe contábil, destacando a importância da contabilidade na gestão empresarial e nas tomadas de decisões administrativas e no crescimento das empresas. Hoje conta com uma equipe altamente capacitada nas áreas Contábil, Fiscal, Empresarial e Rh, proporciona aos seus clientes, todos os procedimentos para o melhor desenvolvimento do seu negócio, tem sempre em mente que o sucesso de seus clientes é o que justifica sua vocação.