CLT X PJ: quais as diferenças?

A contratação de novos funcionários é um ato indispensável para as empresas que estão em crescimento, afinal são os colaboradores que influenciarão no atendimento da demanda do negócio. Com intuito de concretizar esse processo de maneira legal, é preciso que as relações de trabalho estejam reconhecidas na legislação brasileira. 

Durante muito tempo, o único regime disponível para contratação de colaboradores foi a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), porém o cenário atual se reformulou e hoje em dia é permitida a atuação com prestações de serviços através de Pessoa Jurídica (PJ).  

Você sabe quais as diferenças entre esses dois regimes acima? Se a resposta for não, deixa que a gente explica!

 

Regime CLT

O regime CLT foi introduzido com o objetivo de unificar as legislações trabalhistas do país, e seu principal símbolo é a Carteira de Trabalho, documento onde são registrados os contratos feitos entre os empregadores, trabalhadores e a Previdência Social. 

Resumidamente, a CLT tem como função garantir os direitos e os deveres dos empregadores e trabalhadores, tais como:

 

  • Décimo terceiro salário;
  • Férias remuneradas (30 dias no ano); 
  • Vale alimentação;
  • Jornada de trabalho regulada;
  • Seguro desemprego;
  • Auxílio maternidade; 
  • Entre outros. 

 

Para realizar uma contratação por CLT, é necessário que o funcionário apresente os seguintes documentos:

 

  • Carteira de trabalho;
  • Cópia do RG, CPF, Título de eleitor, certidão de nascimento e de casamento;
  • Certificado de alistamento militar (para homens maiores de 18 anos);
  • Inscrição no PIS/PASEP;
  • Declaração de dependentes;
  • Comprovante de residência;
  • Resultado do exame admissional.

 

Regime PJ

Ao optar por uma contratação de uma Pessoa Jurídica, a empresa passa a contar com um colaborador com CNPJ próprio, e não mais com um funcionário com registro em carteira. Essa lei passou a ser válida a partir da última reforma na legislação trabalhista.

Uma das vantagens do regime PJ é que ele exige menos burocracia por parte do empregador, não tendo a obrigatoriedade de pagamentos dos benefícios que o CLT oferece – com isso, a tributação para o mesmo é simplificada, uma vez que os tributos passam a ser responsabilidade do contratado.

Outro ponto desse regime de contratação é a maior liberdade para negociações de aspectos de contrato, podendo flexibilizar a jornada de trabalho e definir o valor pago pelos serviços a parte (de maneira individual), por exemplo. 

O contrato por PJ acontece de forma mais simples, basta que ambas as partes estejam cadastradas no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica e habilitadas a emitir nota fiscal. 

 

Agora que você já sabe as características dos dois regimes, realize um estudo financeiro e confira qual maneira é mais vantajosa para a sua empresa.

 

Dúvidas? Entre em contato conosco. Será um prazer ajudá-lo! 

Deixar uma resposta

quinze − 6 =

NÓ ENTRAREMOS EM CONTATO COM VOCÊ!

Ex: (41)9988-87888

Experiência, ética e uma grande estrutura pronta para facilitar a sua vida.

Investimos em estrutura e capacitação para poder oferecer à sua empresa o que você mais precisa: facilidade e tranquilidade no seu dia a dia.

  • Mias de 30 anos de experiência em gestão contábil;
  • Presença em 9 cidades;
  • mais de 250 clientes atendidos;
  • 300 colaboradores e parceiros à sua disposição;
  • Motoristas para entregar e receber documentos.
Assessorar e executar as informações para tomadas de decisões e gestão corporativa de nossos clientes, prestando serviços com qualidade e comprometimento, valorizando os talentos internos e priorizando excelência no atendimento.
Ser a contabilidade modelo em Curitiba e nível nacional, buscando inovações tecnológicas objetivando agilidade no atendimento e desenvolvimento dos processos nas áreas contábil, fiscal, societário e RH.
  • Confiança;
  • Transparência;  
  • Ética Profissional;
  • Segurança e Transparência;
  • Comprometimento e Respeito;
  • Pontualidade e Assiduidade;
  • Respeito e Responsabilidade;
  • Coerência.

Nossa História

Uma tradição em família que se multiplica em diversas empresas e gerações da família Folador.

O casal Hermegildo e Maria naturais de Erechim – RS, constituíram uma família com 13 filhos, ele agricultor e empresário, era quem estruturava e controlava seus registros contábeis com notável diligência.

A partir dessa experiência a maioria de seus filhos descobriram sua vocação; Jacir Folador identificou-se com as questões de cuidado e zelo patrimonial, herdadas de seu pai. Hoje bacharel em Ciências Contábeis pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC), casado pai de dois filhos. Em 1982, com apenas 21 anos já formado e com registro no CRC, iniciou seu próprio escritório contábil firmando-se no mercado. Com o passar do tempo a experiência, trouxe novos conhecimentos ampliando suas vontades empresariais.

Todo o seu trabalho desenvolvido com seriedade e competência geraram reconhecimento na classe contábil, destacando a importância da contabilidade na gestão empresarial e nas tomadas de decisões administrativas e no crescimento das empresas. Hoje conta com uma equipe altamente capacitada nas áreas Contábil, Fiscal, Empresarial e Rh, proporciona aos seus clientes, todos os procedimentos para o melhor desenvolvimento do seu negócio, tem sempre em mente que o sucesso de seus clientes é o que justifica sua vocação.